19 de jun de 2018

A utilização de jogos digitais no processo de ensino e aprendizagem





Diante do contexto atual no qual as tecnologias tem feito parte da vida cotidiana da sociedade, a escola não pode ficar à margem dessa realidade, uma vez que, os alunos tem acesso a grande quantidade de informações num pequeno intervalo de tempo e essa dinâmica a escola não tem acompanhado.
Nessa perspectiva, atualmente tem-se pensado metodologias diferenciadas que possam contribuir com o processo de ensino e aprendizagem em sala de aula utilizando as tecnologias digitais, as quais os estudantes têm familiaridade nos diversos espaços que convive. Das diversas ferramentas tecnológicas que tem sido utilizada estão os jogos digitais os quais possibilitam o desenvolvimento de diversas habilidades nas crianças e adolescentes.
Um dos principais aspectos observados quando se utiliza os jogos na prática pedagógica é o interesse dos estudantes, uma vez que, os jogos já fazem parte da vida deles, os quais dedicam horas de seu dia concentrados nos diversos jogos digitais. Utilizar os jogos com objetivos pedagógicos pode ser uma estratégia para despertar o interesse desse público para com as tarefas escolares.
De acordo com Ramos e Segundo (2018) os jogos digitais desenvolvem habilidades cognitivas, visuais e proporciona aos estudantes adquirirem a capacidade de atenção possibilitando perceber vários objetos ao mesmo tempo, executando vários comandos, simultaneamente.
Nesse sentido, percebe-se que, por meio dos jogos digitais, é possível agregar ao lúdico à aprendizagem e ao desenvolvimento de diversas competências e habilidades que contribuem para o desenvolvimento do sujeito de forma integral. Por isso, Alves e Bianchin (2010) ressaltam a importância do interesse dos professores estudarem para melhor explorarem jogos em sala de aula como meio de desenvolvimento humano com foco em aspectos sociais, criativos, afetivos, históricos e culturais.
Porém, é necessário que a utilização de jogos, assim como qualquer outro software educacional, aconteça de forma orientada e planejada com objetivos pedagógicos estimulando a interação, o ensino por descoberta e o interesse em aprender determinados conteúdos.
Assim sendo, pontua-se a importância de inserir os jogos digitais na prática pedagógica como metodologia facilitadora do processo de ensino e aprendizagem nas diversas áreas de conhecimento na busca pela formação integral do indivíduo.
Referências:
ALVES, Luciana; BIANCHIN, Maysa Alahmar. O jogo como recurso de aprendizagem. Revista Psicopedagogia, v. 27, n. 83, p. 282-287, 2010. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862010000200013. Acesso em 05 de junho de 2018.

RAMOS, Daniela Karine; SEGUNDO, Fabio Rafael. Jogos Digitais na Escola: aprimorando a atenção e a flexibilidade cognitiva. Educação e Realidade, v. 43, n. 2, p. 531, 2018. Disponível em: https://search.proquest.com/openview/9ddfd2ff381fe9d88c81636315f282a2/1?pq-origsite=gscholar&cbl=2047726. Acesso em 22 de maio de 2018.

Thaís Barbosa Moura

Mestre em Educação em Ciência-UESC

Licenciada em Ciências Biológicas-UESC

Secretaria Municipal de educação- SEDUC

Professora Formadora do Núcleo de Tecnologia Municipal Ilhéus-Ba


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recadinho e/ou comentários!